Isso é um começo?

Nunca sei como iniciar coisas. Em grande maioria, quando me dou conta, o acontecimento já está no meio e não possuo mais controle nenhum sobre nada.
Minha vida inteira foi assim e meu site não poderia ser de outra maneira. Sou péssima para lidar com começos e pior ainda para lidar com fins.
Porém, vamos vivendo e aprendendo.
Já lidei com a falência de diversos sites, sonhos, pensamentos e expectativas.
E que melhor maneira de iniciar outra tentativa do que nomeá-la como dissabores?

Esta palavra me era desconhecida até uns três anos atrás. Naquele ano, mais precisamente, em 2013, eu estava tendo um novo começo. Minha vida virava de ponta cabeça quando me vi estudando o dia inteiro e viajando – e desbravando – uma cidade nova diariamente.
Aprendia como era carregar minha casa na mochila e a me virar sozinha. A contar moedas e rezar para conseguir um lugar no ônibus – só para ter uma hora a mais de sono.
Enquanto me acostumava e me adaptava a essa loucura, diversas pessoas surgiram e mudaram meu jeito de ver o mundo – e me ajudaram a aproveitá-lo mais.
Uma delas foi a pessoa que me ensinou esta palavra maravilhosa. Dissabores.
Para quem não sabe, dissabores significa:

  1. Desgosto
  2. O sentimento ou sensação causada pela frustração de uma expectativa.
  3. Sensação de desconforto ou descontentamento.
  4. Inexistência de sabor, insipidez.

Veridiane me apresentou esta palavra através de seu tumblr. E também me apresentou diversas outras coisas. Eu juro que nunca poderei agradecer o quanto ela me ensinou – de diversas maneiras, diversas coisas.

Agora, em uma nova fase da minha vida – e em um recomeço – quis tentar novamente esta coisa de blog. Coisa que já tentei várias vezes e sempre assistia ao fim, de longe, torcendo e esperando que um dia ele revivesse.
Entretanto, isso nunca aconteceu e sempre tive que começar de novo. Esta é outra tentativa.
Este é um começo depois de um dissabor.
Esta será a apresentação de todos os meus dissabores, meus gostos, meus sonhos e tudo o mais que poderei falar.
E já que comecei, gostaria de agradecer ao Douglas por me incentivar – em uma maneira silenciosa – a começar isso aqui. (Sério. Obrigada por sempre apontar para mim quando perguntam na sala sobre quem tem blog. É somente por causa disso que estou fazendo isso agora).
Então, já que não sou boa com começos – e muito menos com fins – finalizo aqui essa apresentação. Ou pseudo apresentação.

Espero que este dissabor seja mais do que somente isso.
Espero que consigam lidar com eles.

E já que citei essas duas pessoas acessem, por favor, os sites deles e apreciem seus textos tanto quanto eu aprecio.

Veridiane

Douglas

Obrigada e até uma próxima!
Giulia

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s